Geral

Vereadora desconfia das urnas de Lages

SUZANA DUARTE DIZ QUE NÃO ENGOLE O RESULTADO ONDE CARMEN ZANOTTO PERDEU POR 56 VOTOS. “SEMPRE NA FRENTE E, DEPOIS DE UM PIQUE DE LUZ, ELA SIMPLESMENTE PERDEU”

Parece que não é só em âmbito nacional que existe uma pulga atrás da orelha em relação ao sistema eletrônico de votação que vinha funcionando ‘que nem música’ até agora. Numa entrevista ao colega Daniel Goulart na Rádio RC7 (aqui a gente cita a fonte porque não dói nada e valoriza quem produz conteúdo), a vereadora Suzana Duarte (Cidadania) fez colocações que a gente não sabe se encara como piada ou preocupação.

SEMPRE NA FRENTE,

PIQUE DE LUZ E…

Vamos puxar a prosa dentro do contexto até para não parecer montagem nas palavras. A vereadora Suzana vinha respondendo a Daniel Goulart, apontando que ano que vem deverá ter mais cargos comissionados sendo ocupados na Prefeitura por causa da eleição passada. Sem ser indagada sobre o tema, ela própria entrou no tema abordando:

“(…) Nós tínhamos pesquisas eleitorais. Não era uma, eram várias pesquisas que davam à deputada Carmen, enquanto candidata a prefeita, sempre na frente, sempre na frente. E depois de um pique de luz, ela simplesmente perdeu a eleição por 56 votos. Eu não engulo, Daniel. Eu não engulo”.

Daniel Goulart – Você é a favor do voto auditável?

Suzana Duarte(silêncio) Eu sou! Quer dizer, hoje em dia a tecnologia está aí, né? Nós…

Daniel Goulart – (…) Qual o problema de se ter isso – o voto auditável?

Suzana Duarte – Penso que não tem problema algum, Daniel (…). Daniel, é, isso é prá, como eu te falei, eu não acredito que a deputada Carmen perdeu a eleição. Infelizmente isso não desce!

ENTÃO

Como o cômputo de votos, a apuração eletrônica, todo o processo de realização de uma eleição, não é uma relação que dependa ou que tenha interferência de candidatos, cabendo única e exclusivamente a tarefa à Justiça Eleitoral, a vereadora lança a desconfiança sobre o a estrutura do Judiciário e o aparato eletrônico utilizado no sistema de captação, apuração e totalização de votos. Deve haver alguma razão para tentar exteriorizar essa fragilização do sistema. Deve haver.

Vereadora Suzana Duarte declarou que ‘não engole’ o resultado da eleição, inclusive porque veio depois que ocorreu um pique de luz e a deputada Carmen Zanotto sempre aparecia na frente das pesquisas

REGISTRE-SE QUE…

A primeira pesquisa eleitoral de Lages da eleição passada na formação de chapas, quem aparecia na frente era Lucas Neves. Com 2% a mais que Carmen Zanotto. Esse índice, inclusive foi o que o levou a concorrer a prefeito e não como vice dela. Mas, de fato, nas pesquisas ao longo da campanha, a candidata do Cidadania, aparecia melhor que o Gringo, embora fossem números de consumo, cuja legislação impedia a divulgação à época e que agora não faz diferença.

Compartilhe

2 comentários para: “Vereadora desconfia das urnas de Lages”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *