Geral

Vereadores sugerem testagem em Lages

DOCUMENTO FOI ENVIADO AO PREFEITO CERON

Quase nada de conteúdo que nasce nas cacholas dos vereadores ali na Rua Otacílio Vieira da Costa e cruza o Centro até o Paço recebe algum tipo de ressonância em termos de providência pelo Executivo. Até porque – admitamos – tem sugestões sem pé e nem cabeça. Mas há conteúdos pertinentes como aquele que saiu com assinatura da metade dos integrantes da Câmara.

O QUE PEDEM?

Vereadores como Bruno Hartmann, Bugre, Jair, Ivanildo, Luiz Marin, Lucas, Amarildo e Thiago de Oliveira enviaram documento sugerindo ao prefeito Ceron que priorize o gasto de recursos que chegam para enfrentamento da Covid-19 à realização de teste em massa contra a doença. Justificam pelo alarmante aumento de casos, subdimensionamento da situação e insucesso dos testes rápidos.

Quatro, dos oito vereadores nesse registro antes da pandemia e a sugestão que tem sua pertinência para identificar e isolar pessoas acometidas da Covid-19, como estratégia para frear o número de casos

ANITA GARIBALDI

TESTA MIL PESSOAS

Prefeito João Cidinei adquiriu pelo procedimento legal 1.000 testes para a Covid-19. Esses estão sendo direcionados a profissionais da saúde, pessoas monitoradas e de risco. Segundo ele, ideia é identificar eventuais casos, isolar e conter o avanço. Na quinta-feira, 23, já são 82 pessoas com Covid-19 em Anita Garibaldi, município que fica atrás apenas de Lages em quantidade de diagnósticos positivos na Serra. “E o número vai aumentar porque esses testes se propõem a isso”, confirma o prefeito de Anita.

Medidas restritivas desta semana reduziu movimentação em Anita Garibaldi. E outra estratégia será testar pessoas monitoradas e com grau de risco

Compartilhe

2 comentários para: “Vereadores sugerem testagem em Lages”

  1. As vezes tenho a impressão que a prefeitura está um pouco perdida, fechou tudo quando não haviam casos, agora que seria interessante fechar algumas ciosas simplesmente deixa tudo aberto.

    No caso dos testes, seria interessante realmente efetuar uma testagem em massa principalmente de profissionais da saúde, os testes que identificam anticorpos igg e igm daria uma real noção da pandemia, será que não seria possível efetuar alguma parceria com algum dos laboratórios da cidade? Talvez saísse até mais barato que aqueles testes rápidos furados.-

  2. Nossa SAUDE e seus gestores já tentaram fazer isso, testaram vários profissionais e a população em geral, que seria uma ação louvável, se não fosse pela compra de testes chineses pouco confiáveis, que mostraram inúmeros falsos positivos. Situação hilária própria de amadores. Um descaso com o erário publico, ou seja nosso dinheiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *