Obras

Ação sem inauguração nas vias da paróquia

Há quem diga que aplaudir uma obra pública é como bater palmas para o caixa eletrônico quando lhe entrega o dinheiro solicitado no saque. Mas o gestor público tem seus méritos, até porque muitas ações que se tornam realidade, somente se viabilizaram por causa da persistência.

ASSIM

É o caso do Finisa em Lages. É verdade que os milhões pingados pela Caixa serão pagos, inclusive com juros e correção. Mas não fosse o projeto, a condição de endividamento e a insistência do município, nenhuma das obras que anda atualmente teria vindo ao mundo.

NADA DE INAUGURAÇÃO

Ao contrário de gestões anteriores onde se fazia festa para inaugurar qualquer metro asfaltado, não recordo da última inauguração promovida pelo prefeito Ceron. E lá se vão mais de três dúzias de ruas pavimentadas ou revitalizadas em trechos ou totalidades. Em plena pandemia, máquinas e homens têm se revezado nos trabalho, fazendo surgir boas novas, como a Avenida Papa João XXIII, na ligação entre o Petrópolis e a BR-116.

Tínhamos um asfalto em pandarecos nesse trecho. Mas com a nova camada asfáltica e a pintura, a via ganhou esse aspecto de modernidade

Até a chegada na BR-116 essa ligação com a parte alta de Lages ganhou um novo aspecto. Sem exageros, mas há uns 20 anos se esperava tal providência. Obra pronta, acabada, sinalizada e entregue ao tráfego sem inauguração, como tem sido a maioria das obras desta gestão.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *