Obras

UPA para uma Lages de até 300 mil habitantes

Antes de agosto chegar os lageanos se deslocarão a outro endereço quando o assunto for serviço de urgência e emergência. Comumente chamado de ‘Pronto Socorro’ o Pronto Atendimento Tito Bianchini deixará de existir como tal (ali haverá apenas uma UBS) e os serviços ofertados na esquina das ruas Sete de Setembro e Rui Barbosa estarão à disposição na Avenida Brasil, atrás da rodoviária, onde funcionará a UPA.

UPA TIPO II

As unidades de pronto atendimento são classificadas de acordo com o porte das cidades. Há aquelas mais acanhadas do tipo I para cidades menores, com população inferior a 200 mil habitantes. Preparando-se para que, de repente o IBGE já conte o ano que vem (no Censo) que somos mais de 200.000 viventes na paróquia, a UPA a ser inaugurada é do Tipo II, para atender uma demanda de até 300.000 habitantes.

A gigantosa está numa área de 2.815 metros quadrados e por pouco não acabou sendo inviabilizada já que na administração anterior houve a licitação, a empresa vencedora tocou parte da obra, depois desistiu e o município quaje teve que devolver R$ 1,5 milhão que havia embolsado.

VALOR DA OBRA

Executada nessa etapa definitiva pela empresa Evoluta, a obra está recebendo – segundo o DataPaço – um montante de R$ 2,5 milhões de recursos municipais. E ainda outros R$ 2 milhões federais, dos quais R$ 1,5 milhão é aquele montante aportado lá no início quando a obra cambaleou. Os R$ 500 mil complementares são de uma emenda da deputada Carmen Zanotto (sim, tem o dedo dela), sendo que esse meio milhão é para materiais e equipamentos.

A diretora da futura UPA será Beatriz Montemezzo, de predicados dispensáveis quando o assunto é gestão na saúde, pelo bom trabalho feito a frente do Hospital Tereza Ramos. No registro ela com o prefeito Ceron e dona Salete, a primeira dama, discreta ali no registro do Greick Pacheco

O QUE TEM NO ESPAÇO FÍSICO DA UPA?

Áreas de recepções, sala para estratificação de risco, salas de espera, bloco de serviços/administrativo, sala de estar/descanso para médicos, vestiários e banheiros, refeitório, cozinha, lavanderia, balcão de avaliação/triagem, cinco consultórios médicos adultos e infanto-juvenis, consultório odontológico, posto de vigilância, sala vermelha/emergência (os pacientes em estado grave, transportados por ambulância, chegam direto, sem necessidade de passar pelo fluxo normal), sala para administração de medicação, farmácia, sala de nebulização, sala de raio-X, sala para eletrocardiograma, sala de curativos limpos e sujos, sala de esterilização, sala de coleta de material (sangue), posto de enfermagem, sala externa para geradores de energia, sala de gases medicinais (oxigênio) e necrotério. No segundo pavimento estará instalado o almoxarifado

PALAVRAS DO GRINGO

“Todos serão surpreendidos com a magnitude e qualidade deste prédio”.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *