Polícia

Abate de cavalos e o alerta sobre carne

QUAL A PROCEDÊNCIA DA CARNE QUE VOCÊ CONSOME?

Foi destaque durante o final de semana no noticiário policial um flagrante feito pela Polícia Civil e pelotão tático da PM na cidade de Imaruí, Sul do Estado. Dois homens foram presos acusados de roubar cavalos, abatê-los e entregar a carne para um estabelecimento encaminhar a mesma para produção de hamburguers.

Vasilhames azuis sujos utilizados para o transporte de carne de cavalo, onde foram apreendidos 450 kg do produto que seria transformado em hambúrguer na cidade de Tubarão.

OUTROS 30 CAVALOS

Num terreno próximo ao abatedouro clandestino eles informaram que as carcaças de 30 animais teriam sido enterradas. “Eles falaram em interrogatório e aos investigadores que vendiam a carne dos cavalos abatidos para um açougue de Tubarão”, afirma o Delegado de Polícia, Willian Testoni Batisti, da DP de Laguna.

ABATE CLANDESTINO NA SERRA

Com frequência tem se noticiado a ação de abigeatários que invadem propriedades, abatem animais na macega, sem qualquer regra de higiene. Num passado recente foi identificado até um estabelecimento comercial que recebia essa carne de origem duvidosa. Resta utilizar Imaruí como exemplo para reforçar a cautela ao comprar carne, certificando-se da origem para evitar adquirir produtos sem cuidados sanitários.

Esta ocorrência foi no final de agosto do ano passado (2019)

Aqui da primeira quinzena de janeiro deste ano (2020)

Aqui o terneirinho retirado de uma vaca que fora abatida pelos bandidos em ocorrência do começo de junho deste ano aqui na Serra Catarinense

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *