Polícia

André Rau preso por sentença de 2.º grau

Jatir Fernandes antecipou em seu Notícia no Ato e a gente puxa aqui a informação sobre a prisão de André Rau Ávila. A notícia é inclusive uma resposta àqueles que comentavam que o episódio ‘não tinha dado em nada’. Trata-se da acusação de desvios apurados de R$ 232.100,00 quando Rau era diretor de DRH da Prefeitura de Lages na administração de Renatinho. O fato foi descoberto, apurado, outras pessoas denunciadas com ele foram inocentadas, mas o diretor passou a responder dois tipos de processos em decorrência do episódio.

OS PROCESSOS

Um dos processos na esfera cível buscou a ‘repatriação’ do dinheiro desviado aos cofres municipais. Já em relação à esfera penal, a acusação foi de peculato, movida pelo Ministério Público e que teve andamento na 3.ª Vara Cível de Lages, onde saiu uma sentença de 8 anos. Em liberdade e residindo em Itapema, André Rau recorreu ao TJ/SC onde conseguiu reformar a sentença para a metade desse tempo.

PRISÃO HÁ 40 DIAS

No dia 14 de junho, portanto, há 40 dias, saiu o mandado de prisão contra André Rau, após esgotado o recurso em 2.º grau – ele pode recorrer a graus superiores, mas preso. No despacho, o Magistrado que determinou a prisão observou que ele já esteve preso no período de 21 de setembro a 13 de dezembro de 2012, quantitativo que deve ser considerado para abater da pena.

André Rau, nesse registro de arquivo quando da prisão às véspera da eleição de 2012, irá cumprir pena em regime semiaberto, podendo, portanto, deixar a cadeia durante o dia para trabalhar

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *