Polícia

Calça Larga: Lição de quase meio milhão

Fui vizinho do Ivone Rodrigues, popular e historicamente conhecido como Calça Larga. Morador do bairro Gethal, o líder comunitário nunca agregou patrimônio na vida. Criou filhos, formou família, mas sempre dividia o que tinha ajudando as pessoas.

EXEMPLO DISSO

Calça não se recolhia da tarefa de pegar um carro que conduzia ‘caindo aos pedaços’ e levar gente para consulta ou exames em Florianópolis. Tentou mais de uma vez, mas nunca se elegeu vereador.

CONDENAÇÃO EM 1.º GRAU

Esse perfil não foi suficiente para livrar Calça Larga de uma condenação em primeiro grau. Sentença veio da Vara da Fazenda por improbidade administrativa. Ocupava nos tempos do prefeito Elizeu cargo comissionado, função que não exercia de acordo com o regramento legal, conforme apurou a instrução processual a partir de documentos, informações e testemunhas.

POR CONTA DISSO

O descuido, sem orientação na época para que cumprisse a ritualística como ocupante de cargo público, resultou na condenação que lhe retira os direitos políticos por oito anos e determina que devolva aos cofres municipais quase meio milhão de reais – são R$ 212.989,13 do valor que recebeu no período a título de vencimentos salariais e mais outra quantia dessas a título de multa prevista na lei 8.429/92 que, somados, chegam a R$ 425.978,26.

SIGNIFICA PORTANTO

Que não basta atuar comunitariamente. É preciso atentar ao que diz a norma para não caracterizar, tecnicamente, o ganhar sem trabalhar. Até porque Calça Larga trabalhou, mas sem comprovar materialmente isso, acaba sendo enquadrado como funcionário fantasma. Cabe recurso do decidido, mas é dura a lição.

CALÇA LARGA EM DOIS MOMENTOS

Aqui no ano de 2013 quando ocupava a função comissionada durante visita do então governador Colombo a Lages…

E este registro fizemos na metade do ano passado num dos eventos do MDB em Floripa com Calça Larga entreverado entre lideranças como Paulo Afonso e Juarez Matos

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *