Polícia

Lagesss: Rapaz cai no sono depois de baleado

No episódio da madrugada de sábado numa boate ali pertinho da Igreja do Galo, onde um policial militar acabou assassinando um rapaz que teria provocado confusão e, com arma na mão colocando em risco os frequentadores, repercute um desdobramento curioso do fato. Um frequentador da referida boate teria sido atingido de raspão por um dos disparos. Porém, ele somente foi saber do ferimento depois de acordar na manhã do sábado.

SOBRE O OCORRIDO

Segundo relatos, o rapaz teria sentido uma queimação nas costas quando chegou em casa. Consta que chegou a ligar em busca de atendimento, mas o caso que descrera não se enquadrava no protocolo para deslocamento de equipe de socorro. Até porque é estranho alguém ligar tipo ‘tô com umas queimações nas costas’. Assim, teria caído no sono e somente ao acordar na manhã do sábado percebeu que fora baleado de raspão. Desses casos onde a morte passa raspando, mas o Anjo da Guarda do vivente é ninja!

Episódio dos disparos ocorreu nessa boate na Camões. O homem que fora alvejado e morto pelo policial tinha várias passagens pela polícia e ação do PM ocorreu dentro do protocolo para preservar a vida daqueles que estavam no local. Há hipótese do ‘baleado sonolento’ ter sido atingido por um estilhaço de vidro durante a ocorrência.

BRINCADEIRA

Em tom de brincadeira o comentário é de que o alvo do disparo de raspão estaria ‘duplamente baleado’ e por isso o retardo na percepção do ocorrido.

Foto exclusiva: Jatir Fernandes – Notícia No Ato

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *