Política

235 pessoas querem ser vereadores em Lages

DADOS COSNTAM DO REGISTRO ELEITORAL ATÉ 26.09

Se a disputa por uma vaga no legislativo lageano fosse um vestibular, teríamos uma média de 14,68 candidatos por vaga. Pelo menos é o que se verifica do levantamento feito sobre o número de candidatos à Câmara. Os dados foram coletados no sábado, às 11 horas e ainda consideraram a diferença entre o número de candidaturas constante na convenção partidária e o quantitativo efetivamente protocolado até o dia 26 às 11 da manhã.

SIGLAS COM MAIS CANDIDATOS

Pela ordem, os partidos que reuniram a maior quantidade de pessoas dispostas a buscar uma vaga na Câmara são: Podemos (24), PSD (23), MDB (23), PP (22), PL (21), PSL (20) e PT (19).

Cinco partidos constaram em ata uma quantidade de candidatos e, na hora do registro, houve redução (exceto se a providência ocorreu no sábado à tarde).

MATEMÁTICA DA ELEIÇÃO

Partidos como PSOL, PSC e Patriotas terão maior dificuldade de eleger vereador. Não significa que não elegerão. É que o quociente eleitoral de Lages se aproxima dos 6 mil votos necessários para preencher cada vaga (a estimativa de 96 mil votos válidos a vereador divididos por 16 vagas na Câmara).

REGRAMENTO À VAGA

Cada vez que o partido, de forma individual, somar o quociente eleitoral, elege um, o mais votado. Há ainda a hipótese da eleição através das chamadas sobras, onde, embora não se chegue ao quantitativo exato do quociente eleitoral, o respectivo partido some a quantia mais expressiva por aproximação.

ESTIMATIVA

Acreditamos que dos atuais 16 vereadores titulares da Câmara, considerando alguns que não disputarão, pelo menos 10 serão caras novas no legislativo a partir de fevereiro de 2021.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *