Política

Aliança não respalda candidatura

Havia, equivocadamente, em cima de informações que recebemos, grifado que Airton Amaral e Ronaldo Cordeiro, embora filiados no Patriotas, eram dissidentes do PSL para o desafio de ajudar a criar o Partido Aliança Pelo Brasil, o novo endereço partidário do Presidente Bolsonaro. Mas essa informação, embora de fonte confiável, não procede.

‘SOMOS O ALIANÇA EM LAGES’

Francisco Ramos faz contato, questiona a nossa fonte – inclusive quer saber de quem se trata – e esclarece de forma clara: “Sou a pessoa autorizada da organização estadual para conversar sobre assuntos pertinentes ao futuro partido do Presidente”. Assim, Francisco Ramos afasta qualquer hipótese de lideranças de outros partidos venham se colocar na disputa, fazendo qualquer referência à futura sigla de Bolsonaro.

INCLUSIVE

A Deputada Federal Caroline De Toni, enviou conteúdo reforçando a condição de Francisco Ramos como um dos responsáveis em Lages pela construção da nova sigla, a Aliança Pelo Brasil que, aliás, somente não está na disputa na eleição deste ano porque não houve tempo hábil para homologação, cumprindo todos os requisitos perante a Justiça Eleitoral.

Inclusive não é só em Lages que Caroline de Toni tem articuladores ajudando na criação do Aliança Pelo Brasil. O registro acima é dela com Paulinho Ricardo Martins, de Otacílio Costa, numa visita da parlamentar ao município na propagação da nova sigla em todos os recantos, inclusive da Serra Catarinense

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *