Política Serra SC

Campo Belo em caso idêntico de Polaco

PROMOTORIA ELEITORAL PEDIU IMPUGNAÇÃO TAMBÉM DO VICE 

Candidato a vice-prefeito na chapa de Firmino Branco (PP), o ex-vereador Max Branco de Moraes (PSDB) está respondendo perante a Justiça Eleitoral um pedido de impugnação de sua candidatura. E a razão da intervenção do MPE – Ministério Público Eleitoral que atua na 52.ª Zona Eleitoral de Anita Garibaldi (com abrangência em Campo Belo) é a mesma que levou ao pedido de impugnação do candidato a vereador Ozair Coelho, o Polaco em Lages.

DO QUE SE TRATA?

Quando presidente da Câmara de Vereadores em Campo Belo do Sul, Max Moraes teria cometido ou praticado atos em desacordo com a legislação. Suas contas geraram um procedimento no TCE/SC o colocando na lista daqueles com restrições. O candidato a vice na dobradinha com Firmino apresenta a defesa e aguarda a decisão do Juiz Eleitoral.

DUPLO PEDIDO

Interessante que esse caso em Campo Belo do Sul é raro e curioso. É provavelmente a única situação na Serra Catarinense onde o candidato a prefeito (Firmino) e o vice (Max) tiveram pedidos de impugnações por causa de problemas de contas. No caso do candidato a prefeito (Firmino), ele já se manifestou – e seu advogado Everton Cardoso informou – que se trata de um equívoco do Ministério Público Eleitoral visto que o pedido de impugnação se reporta a uma situação de 2012 que não impediu que o mesmo concorresse em 2016. Já em relação a Max, não se sabe o desdobramento.

Firmino e Max Moraes num caso raro onde o Ministério Público Eleitoral, por razões diferentes, pede a impugnação da candidatura de ambos em Campo Belo do Sul

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *