Política

Ciumeira na paróquia com definição na ADR?

Colega Jatir Fernandes que circula com informações bem além do noticiário policial, estampou em seu Notícia no Ato que houve gente fazendo beicinho e beição por causa da definição da nova titularidade da ADR, substituindo João Alberto Duarte. Segmentos da própria imprensa interpretam a decisão e informação antecipada em primeira mão aqui na página, ora tratando o interino como ‘zebra’, ora insistindo na interinidade de Wagner Alexandre Lima.

ENTRETANTO

Há um cuidado do Governo Pinho em dar soluções também caseiras às providências de comando do Estado, para conter gastos e superar conflitos locais. É fato que o MDB lageano não tem fortidão a ponto de bater na mesa e exigir o espaço em nome do projeto político local e regional.

POR OUTRO LADO

A informação de bastidores, numa das várias interpretações dadas à interinidade da nomeação ocorrida na quinta-feira, 21, é de que o espaço da ADR poderá ser destinado para resolver a disputa da vaga a Estadual dentro do MDB. Se isso ocorrer, a ciumeira vai continuar.

A designação de Wagner Lima surpreendeu tanto que recorremos a algumas pessoas ligadas à ADR e ninguém tinha um retrato do novo titular da estrutura. Vamos ter que providenciar um retrato falado do rapaz para ‘apresentá-lo à sociedade’.

Compartilhe

1 comentário para: “Ciumeira na paróquia com definição na ADR?”

  1. O tal secretário do atual Governo que andou afirmando por aí que a situação financeira do estado tá complicada, não tem moral nenhuma para dizer isso, porquê não acabaram com essas tais ADRs que só tem cargo comissionado, ou seja, ajeitar a vida de correligionários.
    E saber que ficam brigando por cargos “comissionados” igual Chupim, cambada de sanguessugas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *