Política

(Des) acerto do PSDB lageano se resolve?

Tem data, hora e local o encaminhamento que pode resolver as diferenças entre as duas alas tucanas que habitam a paróquia. Mas há dúvidas se realmente terminará a novela sobre expulsão de lideranças como Pinheiro e Monarim da sigla, após a opção de apoiar Ceron na eleição passada. Ocorre que a convocação feita pelo presidente Tebaldi é para uma segunda-feira, dia útil, na Capital. E parte das lideranças que teria que votar nos processos da Comissão de Ética é do interior do Estado.

DE QUALQUER FORMA

A pauta da primeira reunião da nova executiva liderada por Tebaldi é a análise desses processos de expulsão. Pavan já mandou recados, argumentando que vai defender Pinheiro e Monarim. “Se o caminho fosse expulsão, teria uns 200 para expulsar. Mas a solução é outra, dialogar e agregar”, pondera o ex-governador apontando que não tinha previsão de ir à reunião de segunda-feira, 08, mas que agora não abre mão de participar da mesma em solidariedade e apoio aos tucanos lageanos que estão no purgatório do PSDB.

CENÁRIOS PARA LAGES

Dessa reunião segunda-feira, as duas hipóteses mais prováveis é da análise dos processos, com uma advertência ou outra aos tucanos locais ou então, a não definição por falta de quorum. A possibilidade de expulsão é bastante remota.

CONSIDERANDO AINDA

Caso venha a ocorrer a saída forçada daqueles que conduziam o PSDB no passado, quem se fortalece um pouco mais é o vereador Bruno Hartmann. Ele não entra no fogo cruzado entre os jurássicos e os neófilos tucanos locais. Mas das lideranças lageanas é o único do PSDB que tem mandato.

Vereador Bruno Hartmann, em registro desta semana na Câmara e o acompanhamento sem entrar em bola dividida dentro do PSDB que integra como único com mandato em Lages

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *