Política

Eleição 2020: Pesquisas só as registradas

Ano novo, regra eleitoral severa em relação a algumas práticas que eram corriqueiras até então em relação ao pleito de 2020. De imediato, neste dia primeiro começa a valer a proibição geral para a divulgação e qualquer tipo de pesquisa sobre a disputa eleitoral municipal, sem que haja previamente o registro do levantamento na Justiça Eleitoral. Além do registro, é preciso informar quem contratou a pesquisa e todos os demais dados previstos na legislação. Há também regramento claro sobre a realização e divulgação de enquete.

LAGEANOS NÃO DEVEM

VOTAR COM BIOMETRIA

Tão logo termine esse rápido recesso de final de ano, a Justiça Eleitoral seguirá realizando o recadastramento biométrico em Lages. Aqui na Serra Catarinense, além de Lages, apenas Correia Pinto, Campo Belo do Sul, Urupema e Bom Jardim ainda está com o recadastramento em andamento. Nos demais já houve conclusão da inovação. O eleitor lageano não deverá votar através de biometria porque o recadastramento completo não deverá ser concluído até maio (151 dias antes da eleição).

Mesmo sem biometria 100% em Lages, depois de maio a Justiça Eleitoral divulgará a quantidade de eleitores aptos a votar na cidade. Expectativa é de que o município chegue a 125.000 eleitores, embora nas cidades próximas, em todas o recadastramento biométrico confirmou a redução do eleitorado.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *