Política

Eleições e o paradoxo de Jair Júnior

Ele se posicionou, combateu, bateu, apanhou, venceu, criticou (inclusive nós), concordou, discordou, exagerou. Ele foi e continua sendo Jair Júnior no papel de Jair Júnior na Câmara de Lages. Escrevemos mais de uma vez que de todos os 16 vereadores da atual safra, Jair foi o mais vereador na liturgia do cargo. Inclusive é inconteste a necessidade lideranças como ele – apesar de alguns exageros e maldades – no parlamento local.

DESAFIO DA REELEIÇÃO

Como se elegeu com o amparo, estrutura e apoio do PSD na eleição passada – o então deputado Gabriel foi um dos que o ajudou -, precisa neste pleito chegar à reeleição pelos próprios méritos. Há quem o aponte como o futuro Lucas Neves nas urnas (fazendo aquela batelada de votos). Mas o Podemos precisa ir muito bem para eleger dois. E tem Hampel comendo pelas beiradas com um histórico de quem já concorreu até a vice-prefeito. Daí a necessidade do menino Jair acelerar.

COMO ASSIM OS CORONÉIS?

Não é a primeira vez que Jair Júnior acena que estará na Câmara para combater Ceron no próximo mandato. Dessa feita colocou o seguinte conteúdo…

Como está no mesmo projeto de Lucas Neves (projeto viável, por sinal), o discurso induz o eleitor pensar que Jair está se preparando para seguir enfrentando o atual prefeito, como vereador na Câmara. Espera passar a eleição, eleja-se e defina depois quais os moinhos de vento que esse Dom Quixote da paróquia vai enfrentar!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *