Política

Equipe de Moisés expede Carta

DOCUMENTO FALA EM NÃO CEDER A ATOS DE CORRUPÇÃO

Em tempos de posicionamentos por causa do processo de impeachment cujo procedimento anda e o assunto sangra, 46 pessoas que integram a equipe mais próxima do governador Moisés se posicionaram naquilo que denominaram de Carta Aberta aos Catarinenses. O documento possui uma série de feitos do atual governo e o repúdio à manobra do parlamento que tenta tirar o governador do cargo.

TODOS SAIRÃO SE…

A referida carta recebeu publicidade através de distribuição feita pela própria Secom. O documento foi entregue ao governador e o grupo deixou claro sua “indignação com o movimento político que tenta retomar o comando do Governo do Estado”. No documento, como se algum desses integrantes da equipe de Moisés ficasse, caso houver troca de governo, o grupo antecipou que ninguém fará parte de “um governo que tenta nascer na estufa da impunidade e do desrespeito ao voto popular”.

SEM CEDER À PRESSÃO

Na carta, os secretários e presidentes afirmam que “o governo não cedeu, não cede, nem cederá às pressões pela volta daqueles que se beneficiaram de ato de corrupção”. O documento finaliza com o seguinte trecho: “Se este desrespeito for consumado, e as portas do governo forem abertas para aqueles que representam o que os catarinenses rejeitaram nas urnas e rejeitam no dia a dia, saibam que não dividiremos espaço com eles. Os catarinenses já disseram que não os aceitam no governo”.

A referida carta foi subscrita por 46 pessoas integrantes diretas da equipe de Moisés

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *