Política

Figueiredo: “Foi o PT que não me quis”

Dentro daquela ideia de repercutir a razão de vereadores como Pedro Figueiredo, ter integrado um acordo que elegeu Vone para a presidente da Câmara e, que nessa combinação, o segundo ano seria de Amarildo Farias, ouvimos o vereador do PSD. Ele explica que atua por longo tempo na militância comunitária, ajudando, trabalhando, mesmo quando não pensava em ser político.

PORÉM

Houve uma época que ele se interessou por política e pensou em se filiar no PT. “Primeiro eles me convidaram. Depois decidiram que eu não servia para o partido. Agora eles não servem para mim também. Mas não é nada contra o Amarildo (Farias). Gente muito fina. Gosto dele”, disse Pedro Figueiredo.

Acredite, o clima é de companheirismo, mas quem vê esse registro de Amarildo Volpato até tem impressão que o quarteto está se desentendendo: Vereadores Chagas, Jean Pierre, Pedro Figueiredo e o presidente Vone

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *