Política

Marcius tentou integrar comissão mista

PARLAMENTAR LAGEANO NÃO SE RECOLHEU DO DESAFIO

Se os deputados Altair Silva (PP) e Paulinha (PDT) pediram para não integrar a comissão mista que irá analisar se afasta ou não o governador Moisés do cargo, o deputado Marcius Machado fez questão de colocar o nome à disposição. Porém, os votos recebidos – sete ao todo – não foram suficientes para que ele integrasse a comissão. De sua sigla, integra a comissão o deputado Eskudlark.

COMISSÃO SERÁ INSTALADA

Está na pauta desta sexta-feira, 25, às 10 horas da manhã, sob a batuta do presidente do TJ/SC, desembargador Ricardo Roesler a instalação da comissão que terá 10 dias para decidir e votar se Moisés será afastado ou não do cargo durante o desdobramento sequencial do processo de impeachment. Caso haja empate entre os 10 participantes da comissão (5 deputados e 5 desembargadores) caberá ao presidente Ricardo Roesler o voto de minerva.

Parlamento catarinense para onde as atenções se voltam com a análise e desdobramento desse primeiro processo de impeachment

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *