Política

Merísio defende prioridade à pandemia

Derrotado na eleição estadual para Carlos Moisés, na disputa ao governo, era de se esperar que Gelson Merísio tivesse a mesma postura do PSD que tem infernado a vida do governador. A mágoa da derrota justificaria a postura. Mas Merísio está longe dessa postura raivosa. Foi assim falando aos jornalistas do Jornal Notícias do Dia e agora, mantendo a mesma linha de cautela, na fala a Upiara Boschi na versão digital do DC.

INVESTIGAR SEM DESESTABILIZAR

Merísio aponta a seguinte realidade falando ao DC:

– Nos próximos 60 dias, que vão ser o ápice da pandemia, não podemos desfocar. A Assembleia tem que andar com seus processos convencionais, legislativos e também investigativos. O MP também está fazendo sua parte. Mas no mundo real, nos próximo 60 dias o governador com absoluta certeza será Moisés. Se é inexperiente, inapetente, não importa. Importa é que se apertar, espanta. E aí é pior para todo mundo.

SOBRE IMPEACHMENT

Merísio entende que um processo de impeachment depende muito da vontade da sociedade, já que a Assembleia Legislativa é a caixa de ressonância do parlamento:

– Se tiver um clima de indignação das pessoas para o impeachment e a Assembleia quiser segurar, ela é atropelada. Se não existir esse clima e ela quiser empurrar, também não anda. Temos que respeitar o tempo da sociedade e permitir que as coisas aconteçam. Não vejo que hoje tenha clima para impeachment. Agora, daqui 15, 30, 60 dias, depende como vai fermentar isso na base da sociedade. Os fatos são graves. Numa pandemia ter dúvida na lisura da compra de respiradores é algo inaceitável. O governador participou diretamente ou não? Isso é o tempo que vai dizer e não é agora.

Merísio nesse encontro com Moisés no segundo turno de 2018, adota discurso de cautela em relação à situação atual cuja instabilidade política pode ser prejudicial aos catarinenses em tempo de pandemia. A íntegra da fala ao DC está aqui!

***

SEXTA-FEIRA COM PROMOÇÃO

NO EMPÓRIO DA CARNE

O melhor corte para um assado na grelha ou para aquele churrasco em casa ou apartamento onde você não precise de muito tempo para que a carne fique no seu ponto preferido. É o entrecot que tem preço bem em conta no empório!

Aqui está o estoque de entrecot que o Silvério Parisotto preparou para a quinta e sexta-feira ao preço de R$ 33,90 o quilo.

Compartilhe

1 comentário para: “Merísio defende prioridade à pandemia”

  1. Essa postura do Merisio é mais digna do que do próprio Colombo. Inclusive vamos recapitular. O governo Colombo, ele próprio, foi citado na lava-jato, e o então secretário mais estrela daquele momento caiu, no caso, Antônio Gavazzoni que era secretário da fazenda. Não é verdade. O tempo passou e o processo foi arquivado. Mas naquele momento tiveram que entregar a cabeça do secretário. Então vamos esperar as devidas investigações também e ver quem são realmente os responsáveis. Quando Pinho Moreira era diretor da Celesc também “sumiu” 50 milhões amplamente divulgado na época. Não deu em nada. Vamos esperar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *