Política

Moro deixa cargo na mesa da Câmara

Oficialmente a razão é doença:

“Por motivos de saúde, estou me afastando da Mesa Diretora, pois preciso dar continuidade ao meu tratamento na garganta. Entretanto, permanecerei como vereador”. E assim o vereador Davide Moro (MDB) deixou a vaga de 1.º secretário que ocupava na Mesa Diretora da Câmara de Lages.

HÁ OUTRA VERSÃO

Os próprios colegas de legislativo teriam solicitado para que Davide Moro se afastasse da mesa diretiva por causa da condenação lhe imposta em âmbito de 1.º grau em função da utilização inadequada de um aparelho celular da Câmara. Consta no processo que o filho, então com 17 anos, envolveu-se numa ocorrência policial e ao se chegar detalhes, constatou-se que o referido aparelho em uso pelo rapaz, era custeado pelo poder público. Daí adveio a condenação na esfera cível, da qual cabe recurso no TJ/SC.

Moro (direita) eleito para a Mesa Diretora juntamente com Ivanildo, Hartmann, presidente Vone e Amarildo, pediu para deixar a função diretiva

QUEM O SUBSTITUÍ NA MESA?

Vereador Thiago Oliveira, do mesmo MDB de Davide, foi eleito como 1.º secretário da Câmara para substituir o colega que pediu afastamento da função na Mesa, mas não no cargo de vereador onde continua atuando

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *