Política

Campanha: O que se viu na caminhada inicial

É uma campanha curta, curtíssima. Em menos de 50 dias já saberemos quem será o novo prefeito ou prefeita de Lages. Daquilo visto, a partir do material compartilhado, algumas observações somente a título de curiosidade e não para influenciar seu voto, visto que o cidadão consciente vai tomar a decisão por conta própria sobre em quem votar.

SIM, SOMOS OS GURIS

Candidatos do PSL e Podemos não renegam qualquer carimbo de juventude. Lucas e Thiago assimilam essa condição como fator positivo na disputa. Inclusive recorrendo a uma reverência que o lageano conhece bem…

Os Menudos agora são os guris na campanha do 17. Aliás, embora Bolsonaro não seja mais 17, esse número vai facilitar a fixação que identifica Lucas

 

PADRINHO DESDE O COMEÇO

Talvez numa estratégia para mostrar que Lages não vai ficar sem representatividade em Brasília, Carmen Zanotto inicia a peleia dialogando – e exteriorizando isso – com o Senador Jorginho Melo. Há quem veja isso até como provocação pelo fato do senador do PL ter conquistado a vaga ao Senado que poderia ter sido de Colombo. De qualquer forma, Carmen e Samuel deixam claro que se precisarem de ajuda em Brasília é só chamar Jorginho.

Partidarizando o debate, Jorginho venceu Colombo em 2018, quer vencer com Carmen em 2020 e, se vencer em 2022 vai poder pedir música?

TROPA NA RUA

Largada da campanha de reeleição de Ceron e Polese procurou mostrar volume. E conseguiu. Tanto que houve – com razão – quem questionasse se podia fazer aglomeração. Mas se manteve aquele distanciamento básico para não contrapor aos ordenamentos do Paço. Todos os candidatos demostram a preocupação em reforçar muito o número, afinal, é digitando 13, 17, 23, 50, 51 55 que votará a prefeito.

Ceron solteiro no material para destacar o novo slogan e a arte feita com seu sobrenome

Compartilhe

2 comentários para: “Campanha: O que se viu na caminhada inicial”

  1. Tem males que vêm pra bem . Com a Pandemia do CORONA na minha casa não entra político nem com um metro e meio e .uito menos aperto de mão ou abraço . Muito menos cabra eleitora. Vamos ver eles convencer no gogo. Na minha casa nem precisa convencer a família optou em anular o voto e a terceira idade não vai se dar o trabalho de ir votar

  2. Opinião
    Lages a eleição vai ser simples, quem é a favor do Ceron e quem é contra.
    Quem é contra, os votos se dividem em 5 (cinco).
    Quem é a favor o número vai ser superior a esta divisão?
    Ceron ainda conta com a máquina.
    Eleição é eleição e só acaba com a contagem dos votos, mas se perder (Ceron), deu “ZEBRA”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *