Política

Paço e o chumbo grosso na Câmara

Tendo conquistado 984 votos na eleição municipal passada – 291 a menos que Luiz Marin – o advogado João Cardoso ficou como primeiro suplente na chapa pura feita pelo PP. Mantendo em redes sociais da qual participa uma postura crítica à atual administração, não teve a oportunidade de dar eco aos seus posicionamentos no legislativo. Mas haverá oportunidade para isso.

QUANDO ENTRAR SETEMBRO…

Porque vai estar participando do processo eleitoral, integrando uma majoritária – a princípio como candidato a prefeito – o vereador Lucas Neves permanecerá a partir do começo de setembro em licença. Isso permitirá que ele faça campanha eleitoral sem se preocupar com o mandato e abrirá espaço ao primeiro suplente João Cardoso debutar no legislativo.

Presidente do PSL local, empresário Alberi Chiodelli (esquerda) visitou com Lucas Neves o suplente João Cardoso, quando foi informado desse desafio no legislativo.

SOBRE JOÃO CARDOSO

Ele já foi vereador e até vice-prefeito de Lages quando Paulo Duarte era prefeito. Atuou como juiz classista na Justiça do Trabalho e tem atuação na área jurídica em Lages. Um dos próximos a Cardoso, ao saber da posse dele em setembro, disparou: – Agora o Paço terá chumbo grosso para enfrentar na Câmara!

Compartilhe

1 comentário para: “Paço e o chumbo grosso na Câmara”

  1. Tem que começa já falando sobre essa vergonha onde não se pensa naqueles que estão na frente de batalha ao combate ao corona vírus, pois a camará de vereadores só pensa nos seus onde que já se vi pagar teste de covid para que nem trabalha com publico enquanto isso os servidores que ganham pouco e estão na frente de combate, que se virem,exemplo os vigia,os recepcionistas, os atendentes, enfermeiros, que tem contado com um monte de contribuinte que se vire que se dane, vai la na farmácia básica municipal e pergunte quantos servidores que la atual se teve pelo menos um deles (exceto comissionados) que fez já esse teste rápido, mais o Excelentíssimo prefeito fez o Secretario fez, alguns comissionados fizeram, mas o funcionário que se vire que morra que morra seus familiares que eles não estão nem ai, e agora vem essa funcionário da Câmara cheios de privilégios, vão ter ajuda de 50%.
    Mas fim do ano vem ai vamos tirar todos esses que só pesam em si mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *