Política

Polese: ‘Administrar não é para amadores’

CANDIDATO A VICE TOCA NAQUELE DISCURSO

Desde a pré-história da disputa se dizia que haveria reforço de discurso – durante a campanha – contra a falta de experiência em gestão de alguns que estão no páreo tentando comandar o Paço. No primeiro release enviado após os registros de candidaturas, o candidato a vice na chapa de Ceron, Juliano Polese já disparou:

“As obras não acontecem da noite para o dia. Tudo é feito com planejamento e projetos. Administrar uma cidade não é para amadores”.

EXAGERINHOS 

Dentro da ótica de carimbar aquilo que foi e vem sendo feito ( o que é uma estratégia inteligente), cita-se que Lages tem 1.800 ruas (esse número não é exato assim) e que 10% foram ou estão sendo pavimentadas na atual gestão. E isso é uma meia verdade. Porque a pavimentação ocorre – em muitos casos – em pedacinhos de ruas. Isso não é crítica, é fato.

ASSIM

Claro que é excelente a providência, assim como é justo se propagar isso para dar a visibilidade de uma gestão de resultados. Mas asfaltar uma rua tipo a Nossa Senhora da Penha (mais de um km na Penha) ou a rua Aujor Luz (quase 2 km no Santa Catarina) é uma coisa. Asfaltar o pedacinho da rua Zeca Atanásio (uma quadra) é outra completamente diferente. Daí o cuidado para ‘vender’ com cautela as ações para que elas gerem a credibilidade e a visualização de que gestão pública, de fato, não é para amadores.

Polese e a espetadinha de que gestão pública não é coisa para amadores. Mas a ‘venda’ das ações carece de ser feita com cautela para não gerar desconfiança daquilo afirmado

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *