Política

Prisco aborda projeto Lio Marin 2020

Apesar do beicinho de setores locais – até pelo que representou o Procurador Geral de Justiça no seu dever de atribuição nas questões afetas ao processo que envolveu o ex-prefeito Elizeu – o projeto de Lages ter Lio Marin como candidato a prefeito na eleição de 2020 segue sendo pensado.

SILÊNCIO DE LIO

Na condição de Procurador de Justiça (MP em 2.º grau) o próprio Marin nada fala a respeito. A carreira exige a não vinculação partidária, mas como já tem tempo para aposentadoria, os mais próximos àquele que ocupou por dois mandatos o principal cargo do Ministério Público no Estado, visualizam que ele não descartaria esse outro desafio.

PRISCO PARAÍSO ABORDA

Um dos principais articulistas da política no Estado, o jornalista Prisco Paraíso, aborda a carta na manga que representaria Lio Marin no cenário eleitoral de Lages para 2020. “Ele se encaixa perfeitamente no perfil. Não tem histórico de militância político-partidária, dispõe de estatura moral e cumpriu carreira irreparável no Ministério Público”, cita Prisco.

E CERON NO CONTEXTO?

O jornalista faz referências às razões de Ceron se recolher da reeleição e articular um nome como de Lio Marin. “Embora tenha assumido a prefeitura combalida, arrebentada, e esteja conseguindo colocar a casa em ordem, perante a opinião pública sua gestão não é bem avaliada”.

Em concorrendo ano que vem, Lio Marin viria para o processo eleitoral com o carimbo do Ministério Público, instituição onde fez carreira. Não é político e essas duas situações são apontadas como positivas para o projeto, visto que seria esse o perfil de gestor que o eleitor tem aderido: experiência em gestão e ausência de perfil político.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *