Política

R$ 8 milhões em 4 anos à equipe do Paço

DEFINIDOS SALÁRIOS DE PREFEITO, VICE E SECRETÁRIOS

A eleição de turno único em 15 de novembro vai definir prefeito, vice e vereadores de Lages. Se os futuros integrantes do legislativo tiveram os subsídios fixados nos mesmos patamares atuais com a hipótese de renunciar no todo ou em parte dos vencimentos, a Câmara bateu martelo também nos quantitativos que ganharão aqueles que atuarão na função Executiva.

COMO FICARAM OS VALORES?

Aquele eleito – ou eleita – em 15 de novembro com a maioria dos votos dos lageanos, receberá no último dia útil de janeiro de 2021 o montante de R$ 23.237,22 como titular do Paço. Quem for eleito como vice terá direito a R$ 11.618,62 e cada secretário municipal irá receber R$ 9.589,24. Esses valores terão a reposição anual da inflação ao longo do período até 2024.

EMENDA REJEITADA

Vereador Gerson Omar dos Santos (PSD) tentou aprovar emenda reduzindo esses valores ao Executivo. Mas a maioria ignorou a proposta. Gerson lamentou que a maioria dos colegas foi contra a redução.

CUSTO DA MÁQUINA

Considerando uma equipe de 10 secretários, mais prefeito e vice, nos patamares aprovados, esse grupo do primeiro escalão do Paço custará mensalmente, considerando salários e encargos cerca de R$ 180.000,00. Pouco mais de R$ 8 milhões em quatro anos.

Prefeito, vice e um grupo de 10 secretários, nos patamares aprovados, custará cerca de R$ 8 milhões em quatro anos

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *