Política

PSDB: Tem data julgamento de infidelidade

O apoio à eleição de Ceron ainda está rendendo no noticiário. Pelo menos com aquelas lideranças do PSDB que, tendo candidato a prefeito (Amaral), optaram pelo apoio à candidatura do PSD que foi a vencedora do pleito de 2016.

PERSONAGENS

Luiz Carlos Pinheiro, que por conta da opção de apoio a Ceron ganhou o cargo de Executivo de Turismo de Lages, e outros integrantes da sigla que tiveram o mesmo rumo, terão seus processos analisados pelo Conselho de Ética e Disciplina do Diretório Estadual do PSDB.

ASSUNTO SE ARRASTAVA

Passaram-se 30 meses da posse de Ceron e quase três anos da opção dos tucanos pelo apoio ao Gringo e agora o PSDB marcou data do ‘julgamento’. Será no dia 8 de julho que os processos serão colocados na pauta. Presidente Tebaldi é que comandará a análise dos casos.

O QUE PODE ACONTECER?

Tanto Pinheiro quando os demais integrantes do PSDB que optaram por apoiar Ceron e não Amaral podem ser absolvidos da ‘pulada de cerca política’. Mas também podem ser advertidos e até expulsos do ninho tucano. É necessário um quantitativo mínimo de integrantes do diretório para analisar o caso. Em outras oportunidades faltou quorum para a deliberação.

Direto do túnel do tempo o primeiro discurso de Pinheiro trocando o projeto do 45 pelo 55 e o processo que pode lhe render de advertência à expulsão do PSDB que se arrasta desde o início de 2017 e que pode (não significa que vai) ter desdobramento no próximo dia 08

 

UMA DAS OFERTAS DA SEMANA

NO EMPÓRIOS DA CARNES

Tem também oferta de outros itens, além da disponibilizada dos melhores cortes de carne de raças britânicas com novilhas de sobreano criadas ali na Coxilha Rica. O Empório fica na Carahá!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *