Política

Vone entregaria cargo apenas a Amarildo

Presidente Vone Scheuermann não pretende deixar de cumprir o acordo de rodízio no comando do legislativo lageano. Mas para tanto, aquele que o sucederia, no caso o vereador Amarildo Farias (PT), teria que apresentar quorum eleitoral suficiente para garantir a presidência.

PORÉM

Dos 9 votos que garantiram a eleição de Vone Scheuermann, pelo menos dois já se manifestaram que não votam em Amarildo. “Pedro Figueiredo me disse que tinha compromisso comigo e não com Amarildo”. Vereador Ivanildo teria declarado que não vota no petista. “E David Moro é uma incógnita”.

POR CONTA DISSO

Em não existindo a garantia de êxito de Amarildo Farias, com a possibilidade do outro grupo liderado por Maurício Batalha concorrer e conseguir os votos, se quer haveria nova eleição. “Não se trata de não querermos entregar o cargo e cumprir o acordo. O acordo é com o Amarildo, mas se esse não reunir as condições de garantir a nova eleição, fica como está”, confirma Vone. O atual presidente da Câmara disse que tem a assinatura de seis vereadores sugerindo que fique como está.

Presidente Vone renunciaria para a eleição de Amarildo Farias, mas o petista não conseguiria os nove votos necessários para se eleger e presidir o legislativo. Diante disso, não deve ter renúncia e nem nova eleição

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *