Serra SC

Bom Retiro: Confirmada sentença ao ‘Jóia’

Às vezes os valores financeiros que transformam a vida de um agente público em um inferno astral são volumosos, significativos. Mas às vezes se constituem quantitativos absolutamente pequenos. Para o Judiciário, o que se julga não é o valor, mas a prática. É bem isso que pode estar colocando José Jair Farias a cumprir uma pena de 4 anos e 8 meses em regime semiaberto.

A HISTORINHA

Quando prefeito na década passada, o então prefeito Jair Farias, conhecido de todos pelo apelido de Jóia, teria cometido irregularidade em relação a diárias num deslocamento a Florianópolis. Num outro teor da denúncia, o ex-prefeito teria apresentado notas fiscais de um mesmo posto de combustível, com a diferença de horário de abastecimento de 1’38” (um minuto e trinta e oito segundos). A despesa se referia ao mesmo veículo que teria recebido 61 litros e, nesse pequeno intervalo de tempo, outros 48 litros de combustível.

PODE RECORRER, MAS…

Houve decisão na Comarca de Bom Retiro condenando Jair Farias em 1.º grau. Ele recorreu ao TJ/SC. Porém, naquela instância houve confirmação da sentença. Dentro do princípio do cumprimento de pena quando da 2.ª instância, ‘Jóia’ pode recorrer ao STJ e depois ao STF. Porém, carece iniciar o cumprimento da pena.

Processo já corrida fazia algum tempo com o ex-prefeito acusado de irregularidades na prestação de contas de acesso a recursos para despesas como diárias

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *