Serra SC

Campo Belo: Homem é morto e esquartejado

A pacata e tranquila Campo Belo do Sul volta a ser palco de mais um crime bárbaro. Dois senhores foram dados como desaparecidos. Um deles foi encontrado morto provavelmente após ter se perdido, sendo que o mesmo tinha problemas de doença.

PORÉM

O outro que estava sumido resultou num desfecho para o noticiário policial. Sebastião da Silva Xavier estava desaparecido e familiares acionaram a PM. Os policiais foram até a localidade de Campina, interior de Campo Belo. Lá, familiares encontraram roupa do desaparecido suja de sangue.

ATUAÇÃO DA PM

Policiais militares averiguaram o local onde identificaram marcas de luta corporal e sangue no chão. Na busca de informações chegaram até a residência do suposto autor da violência. A esposa confirmou que o marido havia matado Sebastião Xavier. Na metade da tarde o suspeito chegou na residência onde foi indagado pelos policiais sobre o ocorrido.

AUTOR CONFESSA

Osmar da Rosa confirmou ter matado Sebastião Xavier. Depois disso esquartejou o corpo da vítima, queimou e as partes carbonizadas foram enterradas no mato. Ele levou a PM até a cova, onde se constatou a situação. Após a confissão, Osmar foi encaminhado para a Polícia Civil e técnicos do IGP foram acionados para o levantamento pericial.

Policial Militar conduz Osmar da Rosa, que confessou ter matado, esquartejado e queimado Sebastião Xavier de 56 anos na localidade de Campina, interior de Cambo Belo do Sul

CIRCUNSTÂNCIAS DO CRIME

Osmar da Rosa disse que tinha uma intriga com Sebastião Xavier. E na segunda-feira, 26, ambos se cruzaram quando Rosa seguia para a roça. Citou que fora atacado com uma faca e, para se defender, lançou mão da foice que tinha em poder e aplicou um golpe em Xavier. Este não levantou mais. Desnorteado, ao ver o que havia feito, resolveu dar um sumiço no corpo da vítima. Assim, esquartejou, queimou e enterrou. Depois contou para a esposa, Janete da Rosa, o que havia feito.

Reprodução da imagem das armas, sendo que a faca seria da vítima e a foice do autor. O crime resultou de uma intriga que ambos possuíam, segundo relato à polícia.

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *