Serra SC

Casan: Notícia ruim para São Joaquim

Recursos oriundos do Fundo Municipal de Saneamento de São Joaquim vinha ajudando a subsidiar a tarifa de esgoto no município. Houve uma alteração e a prefeitura não pode utilizar mais os recursos desse fundo para subsidiar parte da tarifa de esgoto. Assim, a Casan vai começar em janeiro a aplicar a tarifa integral. Significa que para cada R$ 1,00 consumido de água, os joaquinenses irão pagar mais R$ 1,00 de esgoto. Até então, o percentual cobrado era de 60% de tarifa de esgoto para aquilo consumido em água.

ASSIM

A partir de fevereiro os moradores que usufruíam do benefício do subsídio passarão a pagar a tarifa de esgoto da mesma forma que ocorre nos demais 195 municípios do Sistema Casan: 100% de tarifa de esgoto sobre o consumo de água. Assinado em julho deste ano, o Contrato de Programa de São Joaquim prevê R$ 30 milhões de investimentos no saneamento básico, que inclui os serviços de abastecimento de água e esgotamento sanitário.

A rede de esgoto abrange cerca de 45% da área urbana de São Joaquim. Mas a partir de janeiro, com pagamento em fevereiro, ao invés de 60%, a tarifa de esgoto será de 100% daquilo que se consome de água

COMO FICOU EM OTACÍLIO COSTA?

Deputado Marcius Machado chegou a promover abaixo assinado para tentar reduzir a tarifa de esgoto de Otacílio Costa – cuja cobrança iniciou em janeiro. Sabe qual o resultado do abaixo assinado? Nenhum. Os otacilienses seguem marchando com 100% de tarifa de esgoto sobre o consumo de água. Carecia de nem ter criado expectativa de que era possível reduzir o percentual. Assim, o povo não se iludia.

Essa foto é de 1.º de abril com a mobilização de assinaturas para reduzir a tarifa de esgoto em Otacílio Costa. Efeito prático disso? Zero. Pelo menos por enquanto!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *