Serra SC

C. Pinto: Vereadores criam vale de R$ 475,00

Abertura do saco de bondades na Câmara de Floripa com aprovação de vale alimentação à toque de caixa (26 segundos) escandalizou o Estado. Foi uma manobra tão negativa e de tamanha repercussão que na mesma semana os vereadores reverteram e tornaram a medida sem efeito. Mas no interior do Estado também há medidas semelhantes e que chegam a causar até mais estranheza.

CORREIA PINTO, NA SERRA

Colega Jatir Fernandes repercute em seu Notícia No Ato aquilo que vem dando o que falar em Correia Pinto. Adotando o estilo bem devereda, vereadores aprovaram faz um mês o vale alimentação para servidores efetivos, comissionados e (sic!) contratados. O valor fixado é de R$ 475,00.

DIFERENÇAS NA CÂMARA

Inevitavelmente houve comparação. O servidor da prefeitura recebe R$ 200,00 por mês através de um cartão que somente pode ser utilizado para gasto com alimentação. E esse servidor trabalha dois turnos. Já na Câmara, o trabalho é em turno único e o benefício vem em dinheiro na folha.

Não há informação se os vereadores de Correia Pinto também receberão o ‘vale’. Mas a interpretação dada é que o benefício, pago em pecúnia, constituiu-se um aumento indireto na folha

CÂMARA ESCLARECE

Os vereadores não ‘criaram’ o benefício de R$ 475,00. Eles apenas atualizaram o valor com mais R$ 50,00 em relação ao ano passado. O vale alimentação é pago pela Câmara de Correia Pinto desde 2011, mas isso era disciplinado por decreto. Agora por lei, atendendo exigência do TCE/SC. Presidente da Câmara, Baetriz Mesquita (MDB) também lamenta que os servidores municipais (prefeitura) recebam apenas R$ 200,00 de vale alimentação (valor que não é atualizado faz 3 anos) e entende que esses também mereceriam receber mais.

Vereadora Beatriz Mesquita, a Bia, esclarecendo a questão da aprovação da lei sobre o vale alimentação a servidores da Câmara de Correia Pinto

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *