Serra SC

Derrubada de cambarás dá condenação

A sentença é mais que pedagógica. Evidencia o olhar atento do Judiciário – e do próprio Ministério Público – em relação aos crimes ambientais. Morador de Correia Pinto efetuou o corte de duas árvores popularmente conhecidas como cambará. Tal espécie integra o bioma da Mata Atlântica e não são passíveis de corte. O ato ocorreu há exatamente 6 anos – agosto de 2013.

DESDOBRAMENTO

A partir de representação do Ministério Público, o Judiciário de Correia Pinto sentenciou o autor do ato à pena de um ano e um mês de detenção. A condenação foi em regime aberto pelo fato do réu preencher os requisitos. Houve recurso da parte junto ao TJ/SC. Porém, a 4.ª Câmara Criminal, a partir da relatoria do desembargador Sidney Dalabrida, manteve aquilo decidido na 1.ª instância em Correia Pinto.

Esse é o tipo de árvore da espécie cambará cuja intocabilidade por se constituir de preservação resultou até em pena de um ano e 1 mês na Serra

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *