Serra SC

Alesc: Discutida em Lages a ‘desemancipação’

“Esse movimento poderia ajudar rever, por exemplo, a quantidade de vereadores dos pequenos municípios. Será que são necessários nove num município com menos de 3 mil habitantes? Mas não sou favorável a extinguir os pequenos municípios e fazê-los voltar a pertencer àqueles dos quais se emanciparam”.

Disse o deputado Marcius Machado (PR) sobre a discussão realizada em Lages onde técnicos do TCE/SC apresentam dados sobre alto custo dos pequenos municípios. São 105 cidades com menos de 5 mil habitantes gastando mais de R$ 1 bilhão por ano.

Deputado Jerry Comper coordena as discussões sobre o assunto levantado pelo TCE/SC e que tem acompanhamento da OAB. Na audiência em Lages ele também se posicionou contra a extinção dos pequenos municípios

Ceron participou da abertura da audiência pública. O prefeito de Lages também é contrário a ideia dos pequenos municípios deixarem de existir, voltando a integrar os municípios dos quais se desmembraram.

Tito Freitas, prefeito de Capão Alto (chegando à Câmara onde ocorreu a audiência pública) lamentou que esse assunto esteja em debate.

DISSE TITO FREITAS

“Não faz sentido. Temos dados que deixam bem claro a importância e a necessidade das estruturas nos municípios pequenos. Tenho quase 100 máquinas trabalhando para os moradores do interior e há um superávit de R$ 3,8 milhões nas contas da prefeitura. Estou depositando um valor todo mês planejando o 13.º dos servidores. Onde está a inviabilidade de um município como o nosso?”

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *