Serra SC

Lages ‘importa’ pinhão de Painel

Porque a safra é mesmo mais escassa neste ano, carece recorrer ao mercado ‘externo’ da paróquia para garantir o abastecimento de pinhão durante os dias que antecedem e no evento da Festa do Pinhão. Daí vem a informação que a prefeitura de Lages recorreu a produtor rural Ilbemar Oliveira Neto no interior de Painel para garantir 600 kg de pinhão debulhado e outros 400 kg ainda misturados com as faias nas pinhas.

Seu Ilbemar aproveitando para mostrar como se faz uma boa sapecada, inclusive com direito a carne na brasa nas cercanias do município de Painel

MIMOS DE PINHÃO

Com essa tonelada se pretende presentear autoridades, convidados e garantir o consumo durante o evento. Segundo Giba Ronconi, que operou a negociação para a vinda do pinhão painelense, nos camarins da Sapecada e dos próprios shows, serve-se pinhão (assado e cozido) a artistas e frequentadores. “Já o pinhão que é vendido e consumido nos boxes de gastronomia, durante a festa, é adquirido pelos feirantes”, explica Giba.

Um canto do galpão assim, tomado por pinhas é coisa rara nas propriedades do interior da Serra. Só Painel, que é o maior produtor de pinhão do Brasil, que ostenta o pinhão assim, cujo preço na propriedade não sai por menos de U$ 1,00 o quilo

Fotos: Marcelo Pakinha

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *