Serra SC

Maçã: São Joaquim prepara a colheita 2020

Só percorrendo os pomares de propriedades como da família Castello para ter ideia do estágio em que se encontra a safra de maçã deste ano em São Joaquim. Com investimentos permanecentes (poda, condução, raleio, banho e cobertura de proteção) os produtores vão vendo a crença na fruticultura render frutos. Embora os lucros não sejam lá essas coisas. Mas a safra é boa, é diferenciada, de uma qualidade bem superior a qualquer outra região não só pelo frio, mas pela experiência dos produtores e esse ritual de acompanhar o pomar 24 horas por dia.

Não me perguntem a variedade dessa maçã, mas é uma daquelas que está em estágio final para ficar pronta para a colheita. O registro é na propriedade do Adilson Castello distante uns 10 km da área urbana de São Joaquim

GALA, FUJI…

A colheita da maçã da safra 2019/2020 começa agora em fevereiro pela variedade Gala. Depois em abril é a Fuji que deixa os pomares. Haverá um leve atraso, segundo as informações, porque as horas de frio ficaram abaixo do esperado no inverno 2019. Expectativa é de que o preço seja melhor ao produtor até porque chega ao mercado valendo uma fortuna, mas sai do pomar com valor lá embaixo. A título de ilustração, no Angeloni tem variedade de maçã custando mais de R$ 6,00 o quilo. O produtor não recebe 1/3 disso!

 

E O ESCOAMENTO

DESSA SAFRA?

No caso dos Castello a estrada recebeu melhorias ano passado e está excelente. Mas a área de obras do município de São Joaquim compartilha providências em outras regiões. A estrada que chega à localidade de Boava, por exemplo, recebe todo o aparato de melhorias para que nenhum produtor de maçã tenha dificuldades para retirar a safra.

Uma ideia do caminho para o Boava com as melhorias para escoamento da safra de maçã

Para os lados da localidade de Luizinho (que leva até a divisa com o RS numa distância de quase 30 km a partir da área urbana), além das melhorias normais, foi feito alargamento da estrada. Aliás, foi aprovado projeto ambiental para permitir que as máquinas cortassem esses barrancos pela estrada afora

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *