Serra SC

Onde há barreiras na Serra Catarinense?

Três municípios já adotaram a estratégia da coleta de informações através de barreiras sanitárias. De acordo com o prefeito de São Joaquim, Giovani Nunes (PSL), falando na Rádio Clube FM, o objetivo não é impedir a circulação de veículos nos acessos ao município.

SEM RESTRIÇÃO

“Queremos, na verdade, ter conhecimento e controle da origem da frota que chega ao município. Assim como, o destino daqueles que se deslocam. Essas informações permitem ajudar no controle”. Giovani Nunes lembra que não se trata de medida restritiva, mas de providência necessária em tempos de Covid-19.

Profissionais da Defesa Civil no portal oeste da SC-114 em São Joaquim, onde fazem o levantamento de veículos que acessam o município

URUBICI SEGUE COM BARREIRAS

As barreiras em Urubici, cumprindo determinação do prefeito Antônio Zilli, buscam coletar informações especialmente da origem de tráfego do Sul do Estado. Pelo fato de ter registro de casos em Braço do Norte, Gravatal, Tubarão, Jaguaruna e Criciúma, os dados da chegada de veículos pela Serra do Corvo Branco, por exemplo, sabendo-se para onde tais pessoas se destinam no município, ajudam nesse controle.

BARREIRAS EM OTACÍLIO COSTA

O terceiro município a adotar a estratégia da barreira sanitária é Otacílio Costa, cuja providência foi adotada a partir de decreto do prefeito em exercício, Reginaldo Gomes, no domingo. São pelo menos quatro estruturas de contenção instaladas nos acessos ao município. Não se trata de proibição, mas controle.

***

TERRA ENGENHARIA

EM ATENDIMENTO REMOTO

Profissionais que atuam na Terra Engenharia e Terra Imóveis mantêm trabalho remoto (por telefone, e-mail e whats) no atendimento a clientes. Assim, aqueles contatos iniciados e negócios em andamento, contam com essa retaguarda da equipe Terra. Dúvidas e informações contacte com seu consultor!

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *