Serra SC

São Joaquim: Sai sentença da Bola de Neve

Quando esteve prefeito de São Joaquim, José Nérito de Souza foi denunciado por participação numa série de atos apurados a partir de uma investigação do Gaeco, na operação denominada Bola de Neve. As denúncias envolveram não apenas o então prefeito, que fora afastado do cargo, assim como pessoas ligadas a ele e alguns empresários.

DESDOBRAMENTO

Numa sentença de 288 páginas, o juiz Ronaldo Denardi da 2.ª Vara Criminal de São Joaquim se debruçou sobre o conteúdo apurado e ainda o conjunto de informações e provas colhidas na instrução. Ao final, condenou 12 pessoas, inclusive o ex-prefeito José Nérito a penas individuais variadas. O ex-prefeito, por exemplo, tem penas que o levarão ao regime semi-aberto.

REGIME FECHADO

Mas por causa da gravidade da atuação de alguns dos envolvidos na situação investigada, dos 12 condenados, 6 deles devem iniciar o cumprimento da pena que lhes foi imposta em regime fechado. Dessa condenação cabe recurso, sendo que além das penas privativas de liberdade, o magistrado impôs ainda outras acessórias como pagamento de multas.

Das decisões assinadas nesta quarta-feira, 18, pelo Juiz Ronaldo Denardi cabe recurso ao TJ/SC. Os episódios que envolveram a investigação ocorreram quando José Nérito de Souza era prefeito

Compartilhe

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *