Geral

Asfalto: A obra entre Abdon e Vargem

PROJETO DE R$ 100 MILHÕES PREVÊ ASFALTAMENTO DE 20 KM ENTRE OS DOIS MUNICÍPIOS DA REGIÃO DOS LAGOS

Se o asfalto entre Rio Rufino e Urubici tem obras a passos demasiados lentos e não há crença que a obra pegue um ritmo mais animador, a outra frente de trabalho do Governo no Estado na região tem sequência. Mas o ritmo também não é lá essas coisas. Trata-se do asfaltamento de 20 km interligando os municípios de Vargem e Abdon Batista que, mais tarde, poderá ter a sequência até Anita Garibaldi, via SC-452.

SOBRE O ASFALTAMENTO

A empresa responsável pela obra é a Setep Engenheira. As equipes trabalham nos primeiros 10 km a partir de Vargem em direção a Abdon Batista. O trabalho compreende terraplanagem e execução das chamadas obras de arte, além de corte em rocha inclusive com detonações. Ao todo os 20 km devem custar cerca de R$ 100 milhões, conforme indica a própria placa da obra às margens da BR-282 em Vargem. Não há previsão de término e os trabalhos seguem, mas sem muita celeridade.

Esta é a chegada da SC-425 para quem vem de Abdon Batista em um novo traçado que está sendo implantado formando um contorno sem passar por dentro da área central do município de Vargem

Um britador móvel da Setep Engenharia produz a pedra para as obras ao longo do trecho. Adiante (acima na foto) um corte em rocha no contorno de Vargem que exige até detonações utilizando explosivos

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Mário Motta peregrina na Serra

PARLAMENTAR PERCORRE MUNICÍPIOS PARA MOBILIZAR A POPULAÇÃO A PARTICIPAR DO PROCESSO LEGISLATIVO EM SC

“A Serra Catarinense é a primeira região que estamos visitando, mas pretendemos passar por vários municípios de Santa Catarina para apresentar esta oportunidade e convidar os cidadãos a levar diretamente ao legislativo as demandas e necessidades de cada município ou setor”. Assim aponta o deputado Mário Motta (PSD) que mais uma vez deixou a Capital para percorrer cidades serranas para dialogar com lideranças.

A POPULAÇÃO NO PARLAMENTO

“Por meio da Comissão de Legislação Participativa, que tem caráter permanente, a sociedade, representada por qualquer entidade civil organizada como ONGs, sindicatos, associações, órgãos de classe, entre outros, pode apresentar à Assembleia Legislativa sugestões para a criação de novas normas ou para o aperfeiçoamento da legislação já existente”. Esse encaminhamento leva o deputado Mário Motta a percorrer os municípios informando para que os interessados se insiram nessa forma de participação no trabalho parlamentar.

AÇÃO DO PRÓPRIO GABINETE

Também integra a mobilização do parlamentar a apresentação de programas desenvolvidos no âmbito do gabinete. Um dos programas apresentados pelo deputado durante as reuniões é o Academia Limpe, projeto inédito lançado pelo gabinete para a capacitação dos candidatos a vereador e prefeito de todas as partes de Santa Catarina. 

Na reunião em Anita Garibaldi, o deputado Mário Motta foi recepcionado pelo vice-prefeito Antonio Schoenardie (Tone). No registro também Jamile Alves (direita), ela que é uma das vereadoras mais jovens de Santa Catarina. Quando eleita tinha em 2020 somava apenas 20 anos e acompanhou a explanação do deputado na passagem na Região dos Lagos.

Compartilhe
Continue Reading
Geral

60.000 lageanos estão inadimplentes

ESSE NÚMERO NÃO É DE ENDIVIDADOS. MAS DAQUELES QUE, COM DÍVIDAS, NÃO CONSEGUIRAM MANTER AS CONTAS EM DIA

Colega Amarildo Volpato da Clube FM 98,3 – no exercício de apurar conteúdos jornalísticos para compartilhar nos noticiosos da emissora, priorizando sempre a informação local – ao receber a informação de que em Santa Catarina há 2.164.650 pessoas inadimplentes, tratou de buscar as informações somente de Lages. São informações oficiais do Serasa Experian oriundas de banco de dados que acompanham a evolução do endividamento da população.

OS NÚMEROS DE LAGES

Segundo os dados informados, Lages acumula dívidas em atraso superiores a R$ 382 milhões. E mais da metade da população economicamente atividade está inadimplente por causa de algum tipo de dívida. Na tabela abaixo consta o valor médio por dívida e a média de quanto cada inadimplente deve.

Se considerar o número estimado de 90 mil pessoas economicamente ativa na cidade, o quantitativo de 260.574 dívidas atrasadas existentes, aponta que cada inadimplente tem, em média, três dívidas pendentes de pagamento

Aqui um gráfico da população economicamente ativa de Lages referente a 2010 (77.940). Esse número deve estar próximo a 90.000 pessoas economicamente ativa atualmente, considerando o critério para definir essa faixa de população, considerando o que prevê o IPEA

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Câmara: 20% a mais de gastos em 2023

O PERCENTUAL SE REFERE AO ANO DE 2023 EM RELAÇÃO A 2022. FORAM R$ 2.424.523,44 A MAIS DE MAIS DE GASTOS

Importante observar que o custeio da Câmara de Vereadores de Lages, considerando o teto possível de até 6% da arrecadação, ainda está lá embaixo com índice de gastos na faixa de 1,25%. Mesmo assim a entrada de Aldori Freitas (MDB) na presidência ano passado fez o custeio com o parlamento lageano se elevar em 20% se comparados aos dados do ano anterior.

OS NÚMEROS DE FREITINHAS

Em dados absolutos houve uma despesa média mensal a mais de R$ 202.000,00 com um somatório de R$ 2.424.523,44 a mais em 2023 se comparada com a despesa acumulada de 2022 que somou R$ 12.166.964,48. O conjunto de gastos do legislativo ano passado somou uma média de R$ 1.215.957,32 por mês. No total foram R$ 14,5 milhões destinados ao conjunto de gastos da Câmara de Vereadores de Lages.

O incremento de 20% a mais de gastos na Câmara se baseia nas despesas de 2022 e naquilo totalizado em 2023 quando o legislativo passou para a presidência do vereador Freitinhas do MDB

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Câmara: R$ 16.500,00 só ao presidente

DEU ENTRADA NOVAMENTE NA PAUTA A FIXAÇÃO DE SUBSÍDIOS A VEREADORES E DEMAIS AGENTES PÚBLICOS DE LAGES

Nada de 50% a mais de remuneração ao vereador que assumir o cargo de presidente da Câmara. Para a próxima legislatura vale o valor fixado de R$ 16.500,00 a quem presidir o legislativo. Cada vereador receberá o mesmo montante deste ano: R$ 11.230,55. E porque iniciam no emprego em janeiro e não podem começarna atribuição já ganhando aumento, esse valor é o previsto para 2025 e, no ano seguinte (2026) haverá acréscimo daquilo que der a inflação. Significa que os R$ 11.230,55 não são valores congelados durante os quatro anos da legislatura nova. Haverá a atualização anual pela inflação, à exceção do primeiro ano.

O projeto de lei estabelecendo os novos valores foi assinado pelos integrantes da Mesa Diretora, à exceção de Heron Souza, que não aparece na redação do PL.

DESGASTE DESNECESSÁRIO

Os pés pelas mãos liderado pelo presidente Freitinhas, tentando elevar os subsídios dos futuros vereadores para R$ 16.500,00 mensais, situação essa combatida ao ponto de fazer os membros do legislativo recuar, foi uma postura apressada e desnecessária. Tanto que causou desgaste, repercutiu muito mal e houve o novo projeto, mantendo os vencimentos atuais na ordem dos R$ 12 mil mensais.

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Obra que é quase miragem em Lages

O ASFALTO SENDO DESPEJADO NOS ALTOS DO BAIRRO FREI ROGÉRIO NEM PARECE SER REAL.MAS É!

Quem utiliza a ligação na parte alta dos bairros Morro do Posto e Frei Rogério sabe o quanto era esperada a revitalização da rua João José Godinho. Com o pavimento deteriorado, a via acabou recebendo o trabalho preliminar de preparo para o asfalto pela Semasa. Mas isso ocorreu lá em meados de 2022. Mais de um ano depois que se previu a revitalização, a providência finalmente chega nessa via de ligação entre a BR-282 e a avenida Duque de Caxias por traçado alternativo, sem precisar chegar ao viaduto.

Quem apareceu in loco para conferir o balé do maquinário em ação no trecho foi o próprio prefeito Ceron. Nada como uma obra transformando a realidade de uma via, um bairro, para dar um clima positivo a determinada parte da cidade…

E para comprovar que o povo gosta mesmo é de obra (e de preferência bem feita), não faltaram os vizinhos da rua João José Godinho sugerindo, orientando e comemorando que, finalmente, a revitalização chegou. Bom para os residentes e para quem utiliza a via como alternativa de mobilidade. Na prosa acima o Gringo exercitando o fale que eu te escuto na visita à obra.

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Luta e dança para seguir na vereança

VEREADOR GABRIEL CÓRDOVA QUE ADERIU AO REPUBLICANOS FAZ MEME DE LUTA E DANÇA

Esse pessoal de menos idade que debuta na política lageana precisa se consolidar porque a eles pertence o desafio de conduzir a gestão pública da cidade nos dias que vêm. De Lucas Neves a Jair Júnior passando por vereadores como Gabriel Córdova, Agnelo Miranda e até revelações como Katsumi Yamaguchi, enfim, gente que ainda não ultrapassou a barreira dos 40 anos de idade e tendem estar inseridos no cenário de atuação política em Lages.

ENTRETANTO

Há um liame muito estreito entre o serviço prestado, a prestação de contas e o foco para os próximos passos. Não há espaço para exteriorizar imagem de molecagem ou de bancar o chupim (aquele pássaro que se apropria do ninho dos outros) para a promoção pessoal. De se observar que a maior parte dessas lideranças não tem apenas no voto dos jovens que falam sua linguagem a garantia de sucesso nas urnas. Daí que é recomendável a cautela para não parecer ridículo, até porque as redes sociais tanto alavancam como jogam no limbo uma estratégia.

Nesse sentido, é absolutamente questionável as incursões do bem intencionado Gabriel Córdova na produção de conteúdos para dar a entender que ele trabalhou muito quando secretário.

OUTRO ALERTA

Não basta ir bem nas urnas para garantir mandato na Câmara. É preciso que o partido também vá bem, com outros nomes somando boa votação. No mesmo Republicanos para onde foram José Osni e Gabriel Córdova, o suplente Sargento Pacheco somou 1.022 votos na eleição passada. E nem essa votação expressiva lhe deu a vaga por causa da legenda partidária. Apenas para reeleger José Osni e Gabriel Córdova o Republicanos precisará somar nas urnas mais de 10.000 votos. Como lança até 17 candidatos, é preciso muito esforço para manter ambos os atuais vereadores no legislativo. E não tem lutinha e dancinha que resolva isso!

Compartilhe
Continue Reading