Geral

São Joaquim: Festival no parque do gelo

A ESTAÇÃO ICE PARK RECEBE VISITANTES A PARTIR DESTA SEXTA-FEIRA, 01. E TEM ATÉ PISTA DE GELO NA PRAÇA. TUDO FOCANDO O FOMENTO À ECONOMIA E AO TURISMO

Deixou de ser exclusivamente nos meses mais frios aquela peregrinação de gente de várias partes do País visitando São Joaquim. Visitantes que ocupam pousadas, restaurantes, vinícolas, fazem registros na praça e circulam pela cidade. Para agregar esse fluxo ao mês que tradicionalmente registra as temperaturas mais baixas do ano, a Secretaria de Turismo planejou e entra em cena a partir deste final de semana o Festival de Inverno de São Joaquim.

O QUE TEREMOS EM SÃO QUINCAS?

Dois locais em especial merecem ser visitados na sequência de atrações previstas no Festival de Inverno: A Praça Cezário Amarante, onde terá até uma pista de patinação no gelo e, especialmente, Estação Ice Park, instalada dentro do Parque Nacional da Maçã. Esse espaço contará com uma praça de alimentação composta por 02 cafés e 05 restaurantes. Também bares instalados no Ice Park servirão bebidas quentes e, exclusivamente, cervejas artesanais da Serra Catarinense.

MADE IN SÃO JOAQUIM

A complexidade da organização é tamanha, que o Ice Park (parque do gelo) terá a estrutura para todos os produtores detentores de Indicações Geográficas (IG). Ali haverá Maçã Fuji, Mel de Melato, Queijo Serrano e os estandes para os Vinhos de Altitude. Além das atrações culturais, musicais e gastronômicas, o evento vai contar também com o lançamento da 22ª edição da Festa Nacional da Maçã, que será em setembro com uma edição especial.

A marca do festival mais charmoso e cheio de excelentes atrações em São Joaquim que começa nesta sexta-feira, 01

O post e todas as informações do Festival de Inverno de São Joaquim tem caráter informativo e sugestivo. Não é conteúdo publicitário!

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Semana começa sem fila na UPA

SISTEMA QUE MONITORA O MOVIMENTO NA UPA INDICOU UMA MANHÃ TRANQUILA. BEM DIFERENTE DAS ÚLTIMAS DUAS SEGUNDAS-FEIRAS

Em tese todos estamos do mesmo lado, torcendo que o sistema de saúde funcione feito música, que as pessoas com diagnóstico de doença transmissível não se misturem com aquelas com problemas menos grave, que a espera não seja tanto e, como resultado disso, a angústia seja menor na cidade de quem depende da estrutura pública. Aparentemente – e tem torcida nossa para que continue assim – o movimento na UPA foi tranquilo nesta segunda-feira, 27. O vídeo compartilhado pela área de comunicação do Paço indica uma situação absolutamente administrada.

QUINZENA TENSA NA UPA

Os números compartilhados nas redes sociais pela Secretaria de Saúde dão ideia do tão tenso foi esse período de duas semanas, em relação ao número de atendimentos. Para se ter ideia, na média, a UPA atendeu nessa quase quinzena o equivalente a 24 pacientes por hora. A média aponta 570 pessoas por dia com as duas segundas-feiras do período beirando os 700 atendimentos.

No somatório do período foram 7.977 pacientes atendidos (ou pelo menos cadastrados para atendimento). Esses dados tendem a passar por uma acomodação com os números mais tranquilos de atendimentos visualizados nesta segunda-feira, 27.

IMPORTANTE OBSERVAR QUE…

Não houve nenhuma medida de gestão colocada em prática para alterar a realidade vista nas últimas semanas. Apenas o comunicado à população para evitar os horários de pico no atendimento (13h às 15h e das 18h às 20h). Mas está em curso a análise para terceirizar os serviços da UPA, providência adotada em muitas cidades que dispõem desse tipo de estrutura.

CPI DA UPA?

Com imenso respeito aos vereadores que pensaram no tema e até encaminharam expediente para abertura de uma CPI sobre a UPA. Não é porque o assunto causou (e causa) quase que uma comoção coletiva que os vereadores devem pegar carona nesse sofrimento, explorando o assunto politicamente. A solução para essa questão é técnica e de gestão. E se uma CPI resolvesse, não pensaríamos duas vezes em aplaudir a iniciativa. Não é porque tem vereador desafeto do secretário de Saúde que se chegará a esse extremo. Penso e respeito os divergentes!

Compartilhe
Continue Reading
Geral

O que deu no preço da gasolina em Lages?

ALGUNS POSTOS APLICARAM 8% DE REDUÇÃO NOS VALORES PRATICADOS ATÉ O SÁBADO, 25. OUTROS AINDA MANTÊM O ‘VALOR VELHO’. EXPLICAÇÃO SERIA A REDUÇÃO DO ICMS. MAS ISSO ESTÁ VALENDO EM SC?

Se o motorista percorrer os postos de combustíveis de Lages na manhã de segunda-feira, 27, encontrará alguns cobrando R$ 7,48 o litro da gasolina. Em outros o valor praticado parte de R$ 6,87. Se você calcular a diferença entre esses dois valores chegará em 8%. E esse seria o percentual de redução do ICMS em Santa Catarina, considerando a lei complementar 194/22 sancionada pelo Presidente Bolsonaro, depois de aprovada no Congresso com vetos.

SOBRE A REFERIDA LEI

A norma aprovada pela Câmara e Senado e sancionada por Bolsonaro prevê que nenhum Estado coloque percentuais acima de 17% nos combustíveis que deixam de ser enquadrados como supérfluo (sic!). Assim, Santa Catarina passaria a cobrar, ao invés de 25% de ICMS na gasolina, o teto da referida lei, ou seja, 17%

SIGNIFICA QUE…

As distribuidoras estariam avisando revendedores (postos) que a gasolina está sendo entregue praticando tal redução. As unidades da rede Delta de Lages foram as primeiras a reduzir os valores com base nos 8% a menos de ICMS. Alguns outros postos, para evitar fuga de clientes, nem esperaram chegar os novos estoques com a redução e praticam os valores na faixa de R$ 6,87 o litro. Mas aqueles que receberam o combustível mais caro (ICMS cheio de 25%) mantêm os valores.

Placa no Posto Elefantinho da bandeira Shell amanheceu com o ‘preço velho’ na gasolina comum. Mas tem posto da bandeira Ipiranga, na Avenida Duque de Caxias, por exemplo, já com o valor a R$ 6,89 pelo litro da gasolina.

REDUÇÃO SOMENTE PARA A GASOLINA?

Na verdade o reflexo da lei complementar ocorre somente para a gasolina visto que o ICMS acima de 17% é para esse tipo de combustível. O diesel tem teto de 12% de ICMS em Santa Catarina. Com essa alteração, em Lages o litro do diesel em alguns postos chega a custar R$ 0,40 centavos a mais que a gasolina.

TUDO AINDA MEIO INDEFINIDO

Se alguns revendedores já colocam os 8% a menos no litro da gasolina em relação aos preços que praticavam antes da redução de ICMS previsto na Lei Complementar 194/22 sancionada pelo presidente Bolsonaro na quinta-feira, 23, ainda pairam dúvidas sobre essa diminuição em Santa Catarina. O deputado Jesse Lopes, por exemplo, compartilha conteúdo dando conta que o Governo do Estado não irá ‘obedecer’ a lei da redução, mantendo os 25% de ICMS sobre a gasolina.

Este conteúdo é parte do card compartilhado pelo parlamentar, dando a entender que o governador Moisés não irá puxar o ICMS da gasolina dos 25% para 17%. Deve vir informação e esclarecimento sobre o tema neste início de semana.

RAZÃO DA RESISTÊNCIA DE GOVERNADORES

A Lei Complementar 194/22 impondo a redução do ICMS para um teto de 17% nos Estados foi aprovada com emendas. Essas previam que o Governo Federal compensassem os Estados pela perda de arrecadação. Entretanto, ao sancionar a norma, o Presidente Bolsonaro vetou as compensações e, as reduções de receita devem ser suportadas pelos próprios cofres estaduais. Santa Catarina ainda praticava um percentual ‘mais módico’ no ICMS sobre a gasolina na ordem de 25%. Mas no Rio Grande do Sul, por exemplo, esse índice é de 30%. Com o teto de 17%, o governo gaúcho perde 13% do referido tributo.

O post pode conter informações a serem atualizadas durante o dia!

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Inter não consegue vencer em casa

COLORADO LAGEANO EMPATA COM O LANTERNA E TORCEDOR SEGUE SEM TESTEMUNHAR VITÓRIA NO TIO VIDA

Os registros são de Nilton Wolff mostrando detalhes do jogo pegado que as duas equipes protagonizaram no Tio Vida. O Atlético Catarinense não só abriu o placar como foi bem superior ao Inter no primeiro tempo, fechando a etapa com 1 a 0 em gol de falta anotado.

No segundo tempo o Inter sofreu modificações possíveis e o atacante Dudu, de cabeça, deu números finais: 1 a 1.

MAIS QUATRO PARTIDAS

Se o problema do Inter é jogar em casa, a tabela vai dar uma mão nessa sequência final da disputa desta fase. Das quatro partidas restantes, apenas uma será no Tio Vida. Somente na oitava rodada, o colorado volta a jogar em casa. A partida será contra o Metropolitano.

Registre-se a estreia da marca Supermercado Martendal na camiseta do Inter, agregando-se como patrocinador do time!

TABELA

Com o resultado, o Inter de Lages se mantém na mesma sexta posição com 6 pontos (uma vitória e três empates). Se essa etapa terminasse hoje, o Inter enfrentaria no mata-mata o Carlos Renaux que está em terceiro na tabela.

Fotos: Nilton Wolff – Lages Online

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Otacílio Costa reforça frota e agradece

MOTONIVELADORA CUSTOU MAIS DE R$ 1 MILHÃO E CHEGOU AO MUNICÍPIO A PARTIR DE PARCERIA COM O GOVERNO MOISÉS E O PRESIDENTE DA ALESC, MOACIR SOPELSA

Era noite de sábado, 26, quando o colega Thiago Mariano compartilhou o registro e as informações sobre a chegada a Otacílio Costa de uma motoniveladora nova (patrola). Em tese seria mais uma máquina a integrar a frota do município, mas o custo desse tipo de equipamento justifica a comemoração do prefeito Fabiano Baldessar e sua equipe. A patrola custou R$ 1.270.000,00. Foram R$ 170 mil dos cofres municípios e o R$ 1,1 milhão oriundos da articulação do presidente da Alesc, deputado Sopelsa, com o governador Moisés.

Prefeito Baldessar reuniu o grupo na frente da prefeitura e da patrola para registrar o agradecimento ao governador Moisés e, especialmente, ao deputado Sopelsa. No somatório são mais de R$ 2,6 milhões que o parlamentar viabilizou para Otacílio Costa. Baldessar fez questão de agradecer a ajuda dos vereadores do MDB nas articulações, assim como do secretário de Agricultura, Luiz do Sindicato e do Chefe de Gabinete, Rodrigo Barth. Secretário de Administração, Luiz Carlos Marchiori e Valério Luckmann estão no registro integrados ao ato.

‘VAMOS PRECISAR MUITO’

Prefeito Fabiano Baldessar é consciente que a sequência de dias chuvosos em maio e junho exige muito do poder público. Não há município onde não haja problema em estradas rurais. Daí que o maquinário precisa ir para o trecho executar ações emergenciais e depois a manutenção das estradas de acesso às localidades do interior. Daí que uma motoniveladora nova, integrando-se à frota, faz toda a diferença. “Vamos precisar muito da equipe das máquinas em ação”, pondera o prefeito de Otacílio Costa.

Fotos e informações: Thiago Mariano

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Seis retratos aleatórios de Lages

CONVENHAMOS QUE SERIA ISSO!

– Se o saudoso LHS estivesse na ativa a história da disputa eleitoral deste ano seria outra!

E HAVIA ANIMAÇÃO

Elizeu deputado, Colombo governador e Renatinho prefeito. O ano é 2011!

Mas daí vieram as eleições de 2012. A eleição que não poderia ser perdida, foi. O vencedor não terminou o mandato e o resto da história, que ainda está sendo escrita, todos conhecem!

Olha esse registro de Lages antes dos campos além do Petrópolis viraram loteamento e sede dos prédios da Terra Engenharia

O Calçadão da João Costa antes da revitalização, escondido na floresta

E em um dos primeiros prospectos a ideia da revitalização do Mercado Público previa uma espécie de Calçadão. Isso e o estacionamento subterrâneo não vingaram!

Compartilhe
Continue Reading
Geral

Mar de gente para ouvir Bolsonaro

PRINCIPAL GRUPO DE COMUNICAÇÃO DE SC FALA EM FRACASSO DE PÚBLICO. MAS OS PRESENTES DESTACAM A MULTIDÃO

Não sei se é pelo fato do meio em que convivemos ser predominantemente bolsonarista, mas todos os comentantes chegam a se admirar com a linha editorial da NSC Total – na versão digital do DC Online – ao falar em ‘fracasso de público’ na visita do Presidente Bolsonaro em Balneário Camboriú, neste sábado.

Se você apenas analisar, sem tomar partido, constatará que a multidão que foi ver Bolsonaro na praia – pelo menos no local da concentração – lembra aquele povo da virada do ano na cidade.

ASSIM

Em quantitativo não se tem ideia exata, mas em volume de concentração foi algo excepcional para uma semana que não foi muito boa para o Presidente devido ao reflexo perante a opinião pública do aumento dos combustíveis (especialmente do diesel), prisão do ex-ministro Milton Ribeiro e outros varejos que integraram o noticiário. Nesses 100 dias que nos separam do primeiro turno, muita coisa vai acontecer, mas em Santa Catarina o presidente Bolsonaro segue dominando. Salvo melhor juízo!

Vários lageanos foram a Balneário Camboriú ou desceram dos prédios onde residem – ou têm outra residência – para se integrar à multidão. Alguns compartilharam os registros do estar presente ao ato com Bolsonaro como se vê no registro acima do ex-prefeito Décio Ribeiro, a esposa Sandra e o filho Gabriel.

Fotos: Divulgação

Compartilhe
Continue Reading